Facebook Tweeter

Fazenda das Pedras

Saiba mais sobre nossa história

A História

No inicio da década de 40, Olinto Rodrigues de Arruda, apelidado Nho Ito, descendente de tradicional família de agricultores da região do Varejão, comprou a antiga Fazenda Coqueiros, localizada no Bairro do Pedregulho.

Em 1952 Nho Ito faleceu, a fazenda Coqueiro foi dividida.

A parte que ficou com o seu filho Luiz Carlos, casado com Maria Benedita (Ditinha), passou a chamar-se Fazenda Santa Rita. Logo introduziram novidades na produção, como a leiteira, plantação de tomate e mais tarde criação de gado.

Em 1974 souberam de um novo negócio que atraia muita gente. Era o campismo que estava chegando a Itu. Em 20 de dezembro de 1975 foi inaugurado o Camping das Pedras, Ditinha, empreendedora que era, viu aí uma ótima oportunidade de trabalhar de modo diferente. E assim tem sido desde então.

Hoje, a Fazenda das Pedras já tem 38 anos de atividade turística, administrado pelas filhas de Ditinha e Luizinho (já falecidos). Possui sessenta chalés e oferece comodidade e contato com a natureza, além de restaurante (inaugurado em 1983) lanchonete e área de camping, Day Use para grupos da melhor idade e escolas. Está apta a realizar eventos coorporativos, formaturas e casamentos, com competência e criatividade.

Você conhece Itu?

Turismo & Lazer

Origem

Fundada em 1610, pelos bandeirantes Domingos Fernandes e Cristóvão Diniz, “Utu Guaçu” foi habitada por índios e começou o seu desenvolvimento como entreposto comercial. Já foi uma das vilas mais ricas do Estado e por isso, apresenta em algumas de suas igrejas belos exemplares da arquitetura barroca.

A cidade tem em sua história marcas representativas, que pelas ruas, casarões, museus, fazendas e espaços culturais, se tem a certeza de ser uma Estância Turística.

As fazendas centenárias dos ciclos do café e do açúcar são mantidas até hoje e foram transformadas em charmosos hotéis fazendas ou espaços de lazer, com atividades voltadas para o turismo rural. Em meio ao verde e a história, os turistas podem cavalgar, descansar, andar por trilhas, ou simplesmente, conhecer a culinária caipira.

No centro histórico, os museus e igrejas detalham um pouco da história do município com o catolicismo, a Igreja Matriz, por exemplo, data de 1870, e é considerada o maior monumento do barroco paulista. O Museu Republicano conta a trajetória do Partido Republicano Paulista e de como a cidade passou a ser chamada de “Berço da República”.

Não podemos deixar de mencionar que a cidade ganhou fama internacional de Cidade dos Exageros, graças ao humorista Simplício do extinto programa "Praça da Alegria", que sempre repetia em seu quadro, que tudo era grande em Itu e acabou tornando nossa cidade, destino certo para milhares de turistas, que ainda hoje, vem em busca do Orelhão e Semáforo Gigantes e as muitas opções de souvenir.

Pode-se dizer que Itu tem turismo para todos os gostos.
(fonte: proturitu.com.br)

Promoções

AVISO

Os apartamentos, chalés simples e chalé VIP não tem churrasqueira individual.

Os hóspedes poderão usar as churrasqueiras coletivas.